Exercícios de felicidade
Empresas
Relacionamentos
Paternidade e Escolas
Saúde
Origem » Todos

Os Hábitos da Felicidade

por em 29/10/2013 – 10:07 pm  Nenhum comentário
 

Miriam Akhtar, MAPP da Universidade de East London, é coach de psicologia positiva, consultora, treinadora e autora do Positive Psychology Training, onde ela é especialista em cursos breves como o Positive Psychology Masterclasses para pessoas ocupadas. Ela também é palestrante visitante nos programas de MAPP do RU e Portugal. Miriam é autora de Positive Psychology for Overcoming Depression (Psicologia Positiva Para Vencer a Depressão) e co produtora do The Happiness Training Plan (Plano de Treinamento da Felicidade). Ela é diretora do programa pioneiro Happy City Initiative (Iniciativa Cidade Feliz). Twitter: @pospsychologist. Bio Completa. Os artigos dela estão aqui.



Sete anos atrás quando eu estava no MAPP da Universidade de East London tive um senso distinto de que há dois tipos de psicólogos: os pesquisadores e os profissionais praticantes. Eu estava definitivamente no último grupo. O “A” (para aplicada) em meu título de formação é importante. Nós não apenas adquirimos conhecimento, mas também o aplicamos, levando as ferramentas do campus para as comunidades.

Aprendizado comunitário

Aprendizado Comunitário
Três anos mais tarde encontrei o programa pioneiro Happy City Initiative (Iniciativa Cidade Feliz) no  Bristol Happiness Lectures (Palestras sobre Felicidade em Bristol) e reconheci que compartilhávamos um objetivo em comum. Uma das coisas pelas quais tenho mais paixão é ampliar o foco da saúde mental em particular na recuperação da depressão para aumentar a conscientização sobre intervenções da psicologia positiva como auto ajuda baseada em evidência.

Eu estava no processo de escrever Positive Psychology for Overcoming Depression (Psicologia Positiva Para Vencer a Depressão) e empenhada em traduzir as ferramentas para um programa comunitário de ações simples que poderiam ser utilizadas por qualquer pessoa, independentemente de idade, histórico ou nacionalidade, para aumentar e recuperar o bem estar. Então surgiu uma oportunidade para que eu colaborasse por meio do que eu estava fazendo e maneira individual na prática do coaching.

Adotar a atitude de crescimento, a qual tem se mostrado ser essencial em qualquer processo de inovação, assim você aprende em vez de rotular como sucesso ou fracasso aquilo que acontece (obrigada Carol Dweck), nos ajudou a formar o Happiness Habits program (programa dos Hábitos Felizes). Testamos o programa com grupos tão diversos como pais refugiados em escolas das cidades, voluntários de programas de caridade, e com profissionais atuantes nas áreas da saúde e educação.

Trabalhar com um grupo de pais, entre os quais muitos o inglês era sua segunda, terceira ou quarta língua foi fascinante, pois mostrou como os conceitos de amor, forças e bem estar atravessam culturas. A felicidade é uma linguagem universal.

Os Oito Hábitos da Felicidade

Após diversas iterações escolhemos os 8 hábitos da felicidade durante 8 sessões semanais. Nós os chamamos hábitos porque é preciso prática para transformar essas ações em algo que você faz automaticamente. Escolhemos 8 semanas seguindo o modelo dos programas de mindfulness, permitindo tempo adequado para que mudanças positivas ocorressem.

A beleza de um programa comunitário é que você tem o poder do contagio social a seu favor. Ao ensinar a um grupo sobre os hábitos da felicidade, ele não apenas pode compartilhar as ferramentas com amigos e família, mas à medida que seu bem estar aumenta isso também tem um efeito benéfico em outras pessoas e a felicidade se espalha com 3 graus de separação, como Christakis e Fowler têm demonstrado. Então você consegue o efeito cascata de aumentar e expandir o bem estar, e desta maneira construir resiliência individual e comunitária.

Aqui estão os 8 hábitos da felicidade que ensinamos no programa:

  1. Saboreie Experiências Positivas. Isso significa aprofundar a alegria pelas boas coisas da vida, assim você aproveita ao máximo uma experienciar positiva.
  2. Pratique a Gratidão. Apreciar as coisas boas da vida e o que está indo bem nos ajuda a colocar freios no viés mental da negatividade, este nos faz perceber o que está errado antes de percebermos o que está certo.
  3. Utilize suas Forças. Identificar e utilizar suas forças em vez de focar em suas fraquezas é uma maneira de construir bem estar e reduzir os sintomas da depressão.
  4. Viva a Vida Com Significado e Propósito. Cultivar a forma mais profunda de felicidade proporciona um senso de realização.
  5. Alimente Relacionamentos. Nossas conexões com outros são a fonte primária de felicidade e por isso elas precisam de muitos cuidados, amor e carinho.
  6. Aprenda o Otimismo. O otimismo é uma autodefesa psicológica. Estratégias de pensamento podem proteger você do pensamento pessimista que mantem seu humor para baixo.
  7. Construa Sua Resiliência. As boas novas são que a resiliência é “mágica ordinária”, e há muitas coisas que você pode fazer no dia a dia que ajudam você a resistir nas dificuldades.
  8. Direções Positivas. Trabalhar em direção a um objetivo nos dá um senso de progresso e realização.

Histórias sobre Impacto

Nós organizamos um resumo das maneiras pelas quais praticarmos os hábitos da felicidade pode beneficiar indivíduos, organizações e comunidades. As seguintes histórias indicam direções para o estudo do impacto.

“O benefício que temos tido de nossas sessões de segunda feira não tem preço! Muito obrigada por seus esforços. Ficarei muito feliz em participar quando você organizar o próximo. Comparado à terapia individual, esse programa é muito mais envolvente e útil em minha opinião, pois nos sentimos como um participante de igual para igual em vez de um cliente/vítima. Siga em frente com este trabalho fantástico”.

Uma comunidade de estrelas douradas

Um dos participantes no ano passado passou pelo término de um relacionamento no meio do curso. Ela ficou surpresa de ver que enfrentou muito bem o fim do relacionamento, pelo motivo de ter estado construindo a resiliência. Ter cultivado emoções positivas a ajudou a se proteger das dores do fim de um relacionamento.

O marido de um dos participantes estava passando por momentos difíceis com sua empresa por causa da recessão. Sua esposa compartilhou algumas das ferramentas simples de otimismo e o ajudou a desafiar o pessimismo que estava ameaçando leva-lo para baixo. Isso o ajudou a encontrar energia e motivação para colocar sua empresa de volta nos trilhos.

Durante o período que estávamos envolvidos com os Hábitos da Felicidade com os pais em uma escola primária, 3 das crianças foram nomeadas como “supercrianças” da semana, e receberam uma estrela dourada por realização e bom comportamento.

Nota do Autor: Neste outono estamos dirigindo o programa novamente como uma aula noturna aberta para todos os que chegarem às nossas portas. Segunda Feira Feliz acontece de 30 de setembro a 18 de novembro em Bristol. Venha participar se você está em West Country, RU! Preços com desconto terminam em 17 de setembro. Envie email  para ter mais informações.  

O programa Hábitos da Felicidade é parte de um pacote de intervenções da Happy City (Cidade Feliz) disponíveis para outras cidades do mundo. Se você está interessado em receber o treinamento em sua cidade, por favor, entre em contato.  

 


 

Referências

Akhtar, M. (2012). Positive Psychology for Overcoming Depression: Self-Help Strategies for Happiness, Inner Strength and Well-Being. London: Watkins. Review by Laura L. C. Johnson.

Akhtar, M. (2012). Positive Psychology Interventions with Depression. Positive Psychology News.

Christakis, N.A. & Fowler. J H. (2008). Dynamic spread of happiness in a large social network: longitudinal analysis over 20 years in the Framingham Heart Study. British Medical Journal, 337.

Dweck, C. (2007). Mindset: The New Psychology of Success. New York: Ballantine Books.

Masten, A. (2001). Ordinary magic: Resilience processes in development. American Psychologist, 56(3), 227-238.

The Happy City Initiative

 

Comente!

Adicione um comentário abaixo, ou trackback para o seu site. Você pode também inscreva-se para esses comentários via RSS.

Seja legal. Mantenha-se no tópico, não escreva tudo em maiúsculo e, claro, sem Spam.

Você também poderá utilizar os seguintes recursos:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este site utiliza ícones Gravatar para identificar os usuários. Para obter o seu Gravatar, inscreva-se em Gravatar.